o Som

Derlour Dantas

Sou uma pessoal auditiva. Gosto do som das coisas... Gosto do brilho também... E do cheiro. Confesso que não consigo eleger um dos sentidos sensoriais. Mas queria por enquanto me ater ao som. Estive precisando de carinho, estou meio carente por esses tempos. O amor se faz presente, perfeito, o melhor para mim. Porém, estou falando da carência de ser ouvido, de ser escutado e entendido pelo que digo. Sem as tantas figuras de linguagem e julgamento, sei que é impossível. Estou desejando o impossível, dando-me esse adendo pela licença poética que me assumo. Estou precisando de colo auditivo... Não por acaso senti um momento de carinho, vozes femininas em meus ouvidos. Elas cantavam seus sentimentos, aparentes exageros que muito se assemelham ao que quero ser ouvido! Assim algumas lágrimas se lançaram, desabafei aos cantos do mundo, ao meu amor fui sincero, a mim fui audacioso... Aqui ficam essas palavras no momento! Som!

Um comentário:

Júh Te Veux disse...

Serei seu colo auditivo, estou aqui para isso...

Santa Pesquisa: