mudou muito?


Derluh Dantas
Tudo bem! Eu concordo quando dizem que Hitler era um monstro e outras tantas coisas. Porém, há coisas nesse trecho da história que me incomodam, ou melhor, opiniões acerca dele. A primeira coisa, ele não fez nada sozinho. Ele mandava e tinha quem obedecia, hoje não mudou muita coisa, ou talvez, você ache que dizer que a ordem vem de outro mundo lhe signifique grandes mudanças, mas ainda é um homenzinho empolgado e “nacionalista” que manda e os “cordeiros” obedecem em socorro a “boa família”. Outra coisa, tudo bem que muitos judeus morreram, mas foram só eles os perseguidos pelos eugênicos? E os tantos homossexuais mortos nos campos de concentração? Às vezes, me parece que só não há novo processo de massacre dos triângulos rosa... nem sei por quê! Parece que os tantos católicos e demais cristãos concordariam se Hitler propusesse: “Vamos matar essas anomalias humanas. Já que eles(as) não querem cura, que tenham a morte”, a Igreja aceitaria e ainda aplaudiria de pé. E os meus nobres "irmãos" que tantas vezes me disseram como seu Deus é bom, ao invés de me oferecerem folhetos, acenderiam mais uma vez a fogueira da Inquisição. Ou talvez o fuzil da salvação. Não consigo saber qual seria melhor, agora. Então era um monstro talvez pelo seu bigode, porque funcionalmente a religião cristã me parece de grande concorrência ideológica e funcional: Salvação da Raça Humana?! Tá! Sei...

Sem querer ofender ninguém... só uma reflexão!

Adolf Hitler e Silas Malafaia - Grandes nomes para . . .

3 comentários:

Kell Alves disse...

Meio radical como os fatos históricos citados. Só + uma coisa: cátólicos não são cristãos?

D Dantas disse...

Claro que são... a Inquisição começou com eles! Por eles muitos foram queimados e hoje são julgados!!!

Se é por causa de Malafaia. Tenho meus motivos para a comparação, que daria nova postagem, um dia, talvez, venha por aqui!
;)

Bejo!

A propósito, nem foi radical, é que às vezes as armas parecem perigosas só por serem armas! Quanto aos fatos serem !"Extremos" a culpa não é minha... eles simplesmente aconteceram e não deixam de ser fatos porque alguém não deseja lembra-los!

Clichê de hoje: "Quem apanha nunca esquece..." [não vivi o nazismo, vivo o evangelismo, incluindo Católico] ficadica!

Agradecido pela presença!
bejo!

LAIS! disse...

Não confundir Cristianismo e Cristandade
Você fala cristandade
eu concordo...
o verdadeiro cristianismo é pouco praticado. E para tais "cristólicos" ele é impraticável.

Santa Pesquisa: