Imensidão azul à tarde'


Derluh Dantas
Acho que não há nada de novo para ser contato do dia de hoje. Estava tudo milimetricamente sem graça e aparentemente em seu lugar. Mas, olhei para o céu. No alto o azul tomou um tom estranhamente magnético, fiquei encantado. Depois de um tempo olhando para cima, percebi a lua como uma manchinha branca naquela imensidão azul... Surgiram algumas nuvens... Então, todo o azul foi manchado e outros tons de azul se fizeram presentes. Era como se aquela imensidão do alto pudesse me tirar desse caos sem sentido daqui. Porém, tive que baixar o olhar, minha cabeça tem um peso considerável, foi quando percebi o contraste de algumas árvores de exuberância verde com aquele céu em distintos tons de azul. Senti um conforto estranho, mas não arranjei lógica a esta vida... Porém, com aquela dádiva se insinuando aos meus sentidos, eu me esqueci de doer e então sorri... Mais uma vez “não sei”!

2 comentários:

Marta disse...

vi uma foto ao ler......beijos e nuvens

Lika disse...

Bonito seus textos, lembram um pouquinho uma de minhas personagens a Amanda! =] To seguindo aqui, da uma olhadinho no meu blog tbm se tiver tempo! "À Flor Da Pele" =]

Santa Pesquisa: